Definitivamente a internet está se tornando acessível a todos, até mesmo para um vovô ou uma vovó de plantão que acompanharam o início da tecnologia dos computadores e celulares.

Com os meios de comunicação mais acessíveis, é comum que todas as famílias possuam uma forma de se conectarem com quem mora longe, de uma maneira mais simples e organizada – o que definitivamente não é o caso dessa matéria.

O empresário Marlon Corrente, que mora no Texas, EUA, havia ensinado sua avó a usar o WhatsApp e para a sua surpresa ele recebeu mensagens inusitadas de sua avó brigando com o corretor automático. Veja só no que deu a conversa com muito humor:

Vovó e o o conserto da TV…

E a vovó quis apenas aconselhar seu neto a comer um pão

Um celular da Brastemp seria o ideal

“Leva agasalho” – uma frase muito comum de avós

Ela quis auxílio para o jogo da cobrinha

E quis apenas orientar o seu neto a se alimentar direito

Lá vem a vovó de novo com o papo de mandar carta

… sem comentários …

“Eles vão vir aqui em casa comer? Jesus…”

“Você deve tá com fome”

“Sempre venta perto do neto da gente”

Marlon revelou que recebeu uma grande repercussão positiva sobre sua avó: “Recebi muitas mensagens de pessoas que se lembraram de suas avós, avós que viram na minha avó a possibilidade de encarar uma nova perspectiva, pessoas me escrevendo dizendo que o dia tinha tudo pra terminar mal e nossa espontaneidade surgiu pra salvar, enfim… muita coisa bacana. Amanhã vou tentar passar tudo pra ela e tenho certeza que ela ficará imensamente agradecida e feliz. Aproveito para externar uma frase que ouço dela desde quando era pirralho. ”O mundo precisa ser mais simples, Marlon. Vai comer.‘”

Marlon Correntes
Marlon Correntes